segunda-feira, 25 de agosto de 2008

MEMÓRIAS - PITTY


Eu fui matando os meus heróis aos poucos,
como se já não tivesse nenhuma lição pra aprender

Eu sou uma contradição
E foge da minha mão fazer com que tudo o que eu digo
Faça algum sentido
Eu quis me perder por aí
Fingindo muito bem que eu nunca precisei de um lugar só meu

Memórias
Não são só memórias
São fantasmas que me sopram aos ouvidos
Coisas que eu...

Eu dou sempre o melhor de mim
E sei que só assim
É que talvez se mova alguma coisa ao meu redor
Eu vou despedaçar você
Todas as vezes que eu lembrar por onde você já andou sem mim

Memórias
Não são só memórias
São fantasmas que me sopram aos ouvidos
Coisas que eu...

Memórias
Não são só memórias
São fantasmas que me sopram aos ouvidos
Coisas que eu
Nem quero saber

Um comentário:

trovador disse...

Ahh, gosto muito de Pitty! Ela tem umas letras boas demais, e uma ótima musicalidade nelas! Poucos conseguem misturar letras tão profundas em músicas tão melodiosas!

^^

Coloquei teu link no blog!

Estamos linkados um ao outro agora (olhe que poético-filosofico-místico)

Beijoos Yv

Au revoir =*