segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Evolução Histórica da Psicologia - parte 4

"A única contribuição da psicologia introspectiva foi a afirmação de que os estados mentais são constituídos de vários milhares de unidades irredutíveis, como o vermelho, o verde, a frescura, o calor e semelhantes...Haja dez ou cem mil sensações irredutíveis (mesmo admitindo sua existência)...pouco importa para esse corpo organizado de dados de alcance mundial a que chamamos ciência." (John B. Watson)


BEHAVIORISMO

Das três novas escolas, o behaviorismo teve a maior influência sobre a psicologia científica. Surgiu nos Estados Unidos. Seu fundador é John Watson (1878-1958). Watson queria transformar a Psicologia numa ciência mais objetiva para que ela se aproximasse das ciências físicas, pois assim seria respeitada, reconhecida, mais divulgada como as outras ciências.

Watson achava que a tarefa da Psicologia não era mais a consciência (ousando uma psicologia sem introspecção), mas o comportamento observável (observo a resposta de um estímulo). A teoria S-R (Estímulo - Resposta) é o que caracteriza o comportamento. O comportamento é público; a consciência, particular. Os behavioristas consideravam adequado discutir-se os fenômenos psicológicos como algo que se inicia com um estímulo e termina com uma resposta. Os psicólogos da resposta ao estímulo foram além dos primeiros behavioristas, em sua disposição para inferirem processos hipotéticos entre o input de estímulo e o output de resposta, processos que eram chamados de variáveis intervenientes.

Adotaram os métodos objetivos, métodos com respostas mais precisas, uma descrição detalhada, uma observação minuciosa. Os psicólogos deveriam visar a descrição, explicação, predição e controle do comportamento. Enfatizavam totalmente o meio-ambiente (o homem é fruto do ambiente) e não davam muita importância à hereditariedade. A aprendizagem vem das minhas trocas com o meio-ambiente através da experiência. A maturação vem de dentro através de processos bioquímicos.

Na Rússia, o trabalho de Ivan Pavlov sobre resposta condicionada foi considerado como uma importante área de pesquisas pelos behavioristas. A resposta condicionada era investigada nos Estados Unidos de uma forma limitada, antes do advento do behaviorismo, mas Watson foi responsável por sua ampla influência subsequente na psicologia. Watson argumentava que quase todo comportamento é o resultado do condicionamento, que o ambiente molda nosso comportamento, reforçando hábitos específicos.

O behaviorismo dominou a psicologia norte-americana por 30 anos. Começou como um movimento agressivo. À medida que foi evoluindo sua filosofia, ampliou-se. O enfoque behaviorista deu forma à moderna psicologia e continua a exercer sobre ela profundo impacto. A perspectiva da resposta ao estímulo é amplamente prevalente na psicologia contemporânea.


Fontes:
- notas de aula por Yvanna Saraiva em 29/08/08
- Livro Introdução à Psicologia de Linda Davidoff
- Livro Introdução à Psicologia Atkinson

Nenhum comentário: