terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Evolução Histórica da Psicologia (parte 5) - Gestaltismo

Wolfgang Köhler (1887-1967)



Max Wertheimer (1880-1943)


Kurt Koffka (1886-1940)

********************************
Gestaltismo

A escola da Gestalt (Psicologia da forma, Psicologia da Gestalt, Gestaltismo ou simplesmente Gestalt) contesta a explicação das percepções como sendo um conjunto de sensações elementares. Max Wertheimer (fundador da escola), Kurt Koffka e Wolfgang Kohler, defendem que o todo é diferente da soma das partes. Trabalhando na Universidade de Frankfurt, criticaram fortemente as idéias de Wilhelm Wundt (1832-1920), considerado o fundador da psicologia moderna e responsável pelo primeiro laboratório de psicologia experimental.
O objetivo desta escola foi determinar os princípios que determinam e organizam a nossa percepção, ou seja o modo como estruturamos a realidade.
Um conjunto é mais que a soma das partes que o constituem.
Wertheimer pôde provar experimentalmente que diferentes formas de organização perceptiva são percebidas de forma organizada e com significado distinto por cada pessoa. Basearam nisso a idéia de que o conhecimento do mundo se obtém através de elementos que por si só constituem formas organizadas. O todo é mais do que a soma das partes que o constituem. Por exemplo: uma cadeira é mais do que quatro pernas, um assento e um encosto. Uma cadeira é tudo isso, mas é mais que isso: está presente na nossa mente como um símbolo de algo distinto de seus elementos.
A forma é a melhor possível nas condições presentes (princípio da boa forma ou pregnância).
São estes princípios que permitem afirmar que, em condições iguais, os estímulos que formam uma boa figura terão tendência a serem agrupados.
O cinema é exemplo de um movimento aparente: a sucessão de fotografias que parecem apresentar movimento deve-se a ao modo como nós organizamos a informação, o que é feito a nível cerebral de um modo inato e automático.
Kohler, estudou o modo como os chimpanzés lidavam com situações problemáticas, tendo chegado à conclusão que possuíam a capacidade de organizar os diversos elementos de uma situação num todo coerente permitindo assim encontrar a solução para o problema.
Os estudos desta corrente foram utilizados por diversos autores, sendo a sua importância realçada nos estudos sobre aprendizagem.
(Fonte: www.prof2000.pt / pt.wikipedia.org)

Nenhum comentário: