domingo, 7 de dezembro de 2008

Sou lenda...


Sou lenda
porque as lendas são envoltas
em Mistérios e Magias.
São uma criação
dos caminhos da mente,
da vaga imaginação,
da liberação dos silêncios
da alma...

Sou Lenda,
porque as lendas correm livres
junto ao vento,
buscando as vozes
da memória
para que alcancem,
as histórias perdidas no tempo...

Sou Lenda,
pelo desejo incontido
que há em mim,
de tornar possível
o encontro
entre a Lua e o Sol,
diminuindo
o entrave da dor...

Então, sendo Lenda
posso cavalgar pelos sonhos,
velejar pelos mares da sua
saudade,
passear, solta,
pelo seu pensamento...

Sendo Lenda,
posso brincar na sua alegria,
ser parte da sua emoção,
e caminhar,
tranqüila, pela sua ilusão...

Sendo Lenda,
posso escrever
meu nome em sua vida,
e me instalar
no aconchego do seu coração,
como uma sensação
chegando pelo perfume do ar...

Sendo Lenda
posso ser parte de você,
sem você perceber...


(autor: Débora Böttcher)

Nenhum comentário: