terça-feira, 29 de maio de 2012

Talvez...


“Eu me orgulho de todas as minhas lembranças ingênuas, mas tenho consciência de que foi a minha fragilidade cansada que me transformou numa pessoa irônica.”


(Autor desconhecido)

Nenhum comentário: