sexta-feira, 30 de novembro de 2012

He doesn´t know...


Ele não sabe mais nada sobre mim. 
Não sabe que o aperto no meu peito diminuiu, que meu cabelo cresceu, 
que os meus olhos estão menos melancólicos, mas que tenho estado quieta, 
calada, concentrada numa vida prática e sem aquela necessidade toda de ser amada. 
Ele não sabe quantos livros pude ler em algumas semanas. 
Não sabe quais são meus novos assuntos nem os filmes favoritos. 
Ele não sabe que a cada dia eu penso menos nele, 
Ele nem imagina quanta coisa pude planejar durante esses dias todos 
Ele não sabe que eu nunca mais me atentei pra saudade. 
Que simplesmente deixei de pensar em tudo que me parecia instável. 
Que aprendi a não sobrecarregar meu coração, este órgão tão nobre. 
Hoje foi um dia em que percebi quanta coisa em mim mudou 
e ele não sabe sobre nada disso. 
Ele não sabe que tenho estado tão só sem a devastadora sensação de me sentir sozinha. 
Ele não sabe que desde que não compartilhamos mais nada sobre nós, 
eu tive que me tornar minha melhor companhia... 
ele nem imagina que foi ele quem me ensinou esta alegria.
Por causa dele conheci meus limites e os desaprendi.
E hoje não me permito a nada que seja menos do que a felicidade ou mais do que a 
sensatez.
Ele me ajudou a me tornar uma mulher mais forte e menos tempestuosa.
Me ensinou a não ser cruel, quando ele me magoou.
Me ensinou a como não permitir o descaso, quando eu lhe contava meus sonhos.
Me ensinou como não enganar, quando ele optou por outros planos.
Me ensinou a descobrir o quanto posso ser amada, quando seu cuidado era de outra face.
Hoje minha companhia é para poucos;
Hoje apenas me permito a certeza do que a incerteza me impõe.



(adaptação do texto de Marla de Queiroz)

Nenhum comentário: