domingo, 19 de janeiro de 2014

"Intérprete natural do mundo dos espíritos..."


"Enquanto que outra religião, pelo dogma do pecado original, denegriu a mulher durante séculos, tornando-a responsável pela decadência do gênero humano, os celtas viam nela seus dons de adivinhação e a faziam intérprete natural do mundo dos espíritos.
Foram necessários muitos séculos para reabilitar a mulher e devolver-lhe seu papel predestinado.
Joana D´arc e muitas outras ilustres inspiradas foram levadas à fogueira por terem recebido os dons do céu. Coube ao espiritualismo moderno reconhecer as faculdades psíquicas da mulher e, apesar de certos abusos inerentes às coisas humanas, a missão que ela pode realizar na parte experimental e nas revelações do mundo invisível."


(por Léon Denis - filósofo, médium e um dos principais continuadores do espiritismo após a morte de Allan Kardec. Fez conferências por toda a Europa em congressos internacionais espíritas e espiritualistas, defendendo ativamente a ideia da sobrevivência da alma e suas conseqüências no campo da ética nas relações humanas.)

Nenhum comentário: