domingo, 14 de setembro de 2014

A rara "boa comunicação"...


Sempre pensei que a boa comunicação é  fundamental, uma tarefa para poucos. Mas comunicar-se não é só falar, é preciso ter interesse em escutar, compreender, se importar, saber interpretar, se colocar (e por que não?) no lugar do outro, mesmo pensando diferente e respeitar essas diferenças. O que seria da comunicação sem essa troca? 
Que sempre fique claro que não compartilho meus pensamentos achando que vou mudar a cabeça de pessoas que pensam diferente. Compartilho meus pensamentos para mostrar às pessoas que já pensam como eu, que elas não estão sozinhas.
Hoje percebo que as pessoas querem simplesmente falar o que pensam sem escutar a resposta do outro com o mesmo carinho com o qual foi escutado. Falar é muito bom, mas escutar é melhor ainda.
O que as pessoas mais desejam é alguém que as escute de maneira calma e tranqüila. Em silêncio. Sem dar conselhos. Sem que digam: "Se eu fosse você". A gente ama não é a pessoa que fala bonito. É a pessoa que escuta bonito. A fala só é bonita quando ela nasce de uma longa e silenciosa escuta. É na escuta que o amor começa. E é na não-escuta que ele termina. Não aprendi isso nos livros. Aprendi prestando atenção nas pessoas. 


Yv Luna

Nenhum comentário: